Esta técnica nada mais é do que oferecer o alimento ao bebê em pedaços que o possibilitem pegar e se alimentar sozinho, realizando a refeição junto com a família. Esta é uma forma de permitir a criança desenvolver autonomia e conhecer texturas, sabores e estimular a autonomia do seu filho.
Muito se questiona sobre os riscos de engasgos, é importante que o bebê esteja sentadinho de forma reta e que os alimentos sejam picados de forma segura, as crianças em introdução alimentar frequentemente têm reflexos ao se alimentar com alimentos sólidos onde não ocorre de fato o engasgo com obstrução de ar.
Há quem defenda e quem se posicione contra; minha sugestão é que vocês testem e se preferirem optar pelo método ok, e se não ok também, existem variedades de possibilidades hoje em dia, podemos escolher o melhor de cada (;
Lembre-se sempre: até o 6 º mês o melhor alimento para nossas crianças é o leite materno!
Mantenha acompanhamento com o pediatra e nutri
Abraços 🤗
Gisele Camargo – CRN3 52281/P